A Prefeitura de Indaiatuba (SP) registrou dois casos de sarampo no município em 2019. Segundo a Vigilância Epidemiológica, o resultado foi confirmado na tarde desta sexta-feira (19) pelo Instituto Adolfo Lutz. Em junho, o Executivo informou que tinha três registros suspeitos na cidade. O outro ainda segue em investigação.

De acordo com a Secretaria de Saúde, um caso é autóctone, ou seja, contraído no município, e o outro é de um morador que foi infectado pela doença em outra cidade.

O primeiro registro é de um menino de 10 anos, morador do bairro Jardim Paulista II, e que foi vacinado com a tríplice viral, que imuniza contra a doença, além de caxumba e rubéola. Ele viajou recentemente para São Paulo e estuda na Escola Estadual Annunziatta Leonilda Virginelli Prado.

O outro caso é de uma menina de um ano que não frequenta creche e mora no bairro Nova Veneza. Ela, que também era vacinada, apresentou os sintomas em maio e foi atendida em uma unidade particular de Salto (SP). Os dois pacientes estão bem.

Com a confirmação dos dois casos, o governo estadual orientou a Prefeitura a fazer um bloqueio vacinal na região da residência onde mora a menina infectada. De acordo com a Secretaria de Saúde, a ação está programada para a “próxima semana”.

Moradores que têm entre 2 e 29 anos devem tomar duas doses, enquanto pessoas de 30 a 49 anos serão vacinadas com apenas uma dose.

O sarampo é uma doença infecciosa aguda e de natureza viral, que pode ser caracterizada pelo surgimento de manchas vermelhas no corpo, febre alta, dor de cabeça, tosse, coriza, conjuntivite e surgimento de manchas brancas na mucosa bucal.

A vacina tríplice viral, que protege contra sarampo, caxumba e rubéola, é oferecida gratuitamente pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Ela é indicada para crianças de até 12 meses, que devem tomar outra dose de reforço a partir dos 15 meses de idade com a tetraviral (sarampo, rubéola, caxumba e varicela).

 

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *